BLOG


Esqueça o que se foi, não viva do passado

Esquecer-e-dificil-mas-procuro-fugir-das-lembrancasA palavra crise no grego também tem o sentido de “separar”, ou  seja, crise é um momento que nos separamos do que é familiar e abraçamos o novo. E foi o que Paulo fez, foi o que José fez. Se eles conseguiram, você também pode conseguir; se foi possível para Paulo passar por açoites, tribulação, perseguição, naufrágio e ele se manteve firme, se foi possível para José passar 16 anos de penúria e ele prevaleceu, você também pode.

Paulo revela o segredo dele para ter continuado diante de todas as crises. Eu creio que Paulo aprendeu isso estudando as escrituras, olhando a vida de José e, assim, ele declara que para continuar é preciso esquecer.

De repente você deve estar pensando: “Agora eu fiquei confuso. Primeiro ela disse que eu não posso enterrar os problemas, mas que também não posso lembrar; como assim?” Quando eu falo esquecer não é deixar para lá sem resolver. Primeiro, é resolver dentro do seu coração. Às vezes você não consegue resolver com o outro porque ele já faleceu ou porque você não tem mais contato, mas você resolve interiormente e se as coisas estiverem resolvidas interiormente, você consegue crescer.

Então, esquecer é prosseguir, é abrir mão do que ficou para trás, das mágoas, dos ressentimentos, das traições, dos problemas que aquela pessoa te causou. Você tem que pensar: “Eu quero  esquecer o que aquela pessoa fez há 15 anos atrás, porque assim como eu não sou mais a mesma pessoa, ela também não é mais aquela pessoa que me feriu”. Isso é a vida que segue. Você só terá crescimento se tomar essa decisão.

Em Isaías 43:18 o Senhor fala: Esqueçam o que se foi, não vivam do passado”. Sabe o que Deus estava dizendo, traduzindo isso para nossa linguagem de hoje, da era da internet? Significa: “Delete seu antigo blog e escreva um post novo”. Tem gente que atualiza todos os dias seu blog, atualiza suas impressões sobre a vida, posta aquilo que viveu e é assim a nossa vida.“Delete seu antigo blog, construa um novo com sua nova história e não faça um backup!” 

Eu não sei você, mas eu não gosto de perder nada do que escrevo, então guardo as mensagens que prego e se de repente sinto no coração de pregar a mesma mensagem, eu nunca consigo pregar exatamente igual, mas em cima daquela mensagem que tenho guardada eu faço uma nova. Mas a velha está lá, quando eu quero eu consulto, mas dou uma nova perspectiva, e muitas vezes nós fazemos isso na vida, só que Deus quer escrever um novo momento, uma nova história, começar do nada. 

O problema é que nós guardamos o que é velho para consultar e fazer o novo em cima do velho e Deus está dizendo:“Esqueça aquilo que é velho, estou te dando algo novo, é uma nova situação.”

Inicie, Prossiga, Complete

tumblr_lrhkpkX8Mj1ql477co1_1280_largeMuitas vezes não somos treinados para completar o ciclo, que eu chamo de Ciclo da Vitória, que tem 3 etapas: iniciar, prosseguir e completar. Quase sempre ficamos no meio do caminho. 

Começamos a prosseguir, começamos a fazer avanços mas  desistimos no meio do caminho, não conseguimos completar aquilo que é necessário. Mas Deus quer te ajudar, lembrando que como você termina é mais importante de como começa. O Bispo  Rodovalho tem um livro que diz isso:“Terminar bem é mais importante do que começar bem” mas, infelizmente, temos a tendência de fazer exatamente o contrário, começamos bem e terminamos mal.

Não sei se é porque no início estamos animados, motivados e com o decorrer do tempo vamos perdendo o fôlego.E quase sempre é assim. Um exemplo disso é o casamento: começa com festa, com alegria, com fotos, doces, bolos, jantares e se o casamento acaba, muitas vezes termina com choro e com brigas. Mas o que Deus quer é que você possa começar um casamento feliz, prosseguir mesmo com dificuldade, mas sendo cada vez mais feliz e, quando você chegar no fim da sua vida, você estará mais feliz do que  quando casou. 

Uma outra área que muitas vezes mostra o quanto é difícil seguir o ciclo, é nos estudos. Quantos cursos começam com sala lotada e no meio já tem menos da metade dos alunos e no final do curso apenas alguns permaneceram. As vezes a pessoa luta tanto para entrar em uma Universidade, começa super animado e no meio do semestre abandona. 

Você precisa entender que a nossa vida neste mundo tem fases, tem estações, tem estágios e se nós não vivermos cada estágio, se não vivermos plenamente aquelas fases, nós nunca alcançaremos o melhor de Deus. Não adianta ficar falando dos mesmos sonhos sem nunca realizá-los. 

De repente você pensa assim: “Mas é tão bom sonhar!”, mas eu te digo que melhor do que sonhar é realizar o sonho. Só que para realizar o sonho é preciso pagar preço e aí que a coisa fica difícil para algumas pessoas.  Se não é fiel e nem disciplinado sendo discípulo ou sendo líder, não vai ser como pastor e nem como bispo. Por isso não pode pular de fase, tem que viver cada momento, que é para ser treinado,  aperfeiçoado.

O desafio da Coragem

coragem-1Coragem é a ousadia de fazer as coisas acontecerem com disposição de agir, especificamente em momentos críticos de iniciar, persistir e crescer para cumprir o que está proposto. Daniel  permaneceu fiel por causa da sua coragem de fazer o que ele achava que era certo, mesmo contrariando o decreto do rei.

No mundo só existem dois tipos de pessoas: as corajosas e as temerosas. A coragem de Sansão estava na sua força. Tudo o que ele fazia era motivado pelo desafio do ego e não pela sua posição como juiz de Israel, e sempre reagindo aos inimigos.

A posição que Deus nos coloca mantém a nossa unção, e unção gera coragem. Lembre-se: não confunda força com coragem. Coragem é quando eu não negocio meu chamado, minha unção. É quando eu não comprometo minha unção e consagração para agradar a outros ou a mim. 

Liderança é um caminho solitário, marcado por rejeições e fracassos repetidos. Por isso muitos desistem. A coragem requer decisão e firmeza para ignorar qualquer crítica que você venha a ouvir para fazê-lo parar. A coragem nos ajuda a perseverar, a defender aquilo que acreditamos. A indecisão coloca a pessoa em cima do muro.