BLOG


Santidade é uma escolha diária

santidade-300x199Santidade é a obra de Deus em nós, por meio da Sua graça, que nos renova diariamente segundo a imagem de Deus, que nos faz parecer cada vez mais com Cristo, ao mesmo tempo morrendo cada vez mais para o pecado.

Santidade é um estilo, escolha, decisão de vida que agrada a Deus. Ser santa é ser separada para Deus, é viver de acordo com Seus mandamentos, é um estilo de vida que conserva a salvação. A Bíblia é o testamento deixado por Deus para nos ensinar a andar de forma a agradá-Lo e, assim, construir para nós mesmas um caminho de sucesso. Por isso, para sermos mulheres santas, primeiramente, precisamos conhecer bem o que Ele pensa e ordenou em Sua Palavra.

Santidade é uma escolha diária; a vontade de Deus é que sejamos santas, mas a escolha é nossa. O pecado nos tenta de perto, sempre em momentos de decisões. Se você baixar a guarda e abrir a porta ele entra com tudo, destruindo seus sonhos, seus princípios, sua família, seus relacionamentos, sua vida espiritual, sua saúde, seu casamento, etc.

Precisamos ser santas em nossa mente e em nosso coração porque só assim teremos atitudes exteriores de santidade. O segredo da santidade está em você repetir as verdades bíblicas em sua mente até que elas se tornem vida no seu interior. Aí, então, você terá força para desfazer qualquer embaraço que o pecado tente criar para impedir você de viver uma vida santa!

Vá em busca do que foi perdido dentro do seu lar

500x316-images-stories-pais-filhos2Família é resultado do seu crescimento e daquilo que você conseguiu alcançar como pessoa. Por diversas vezes, pessoas vieram e me falaram que não aguentavam mais seus filhos, mas a verdade é que aqueles filhos eram reflexos delas. A criança é o resultado do ambiente em que vive. Filhos agressivos são resultados do que eles veem em casa. Casos como esses são “lixos” que varremos para debaixo do tapete; não queremos falar sobre isso, apenas arrumar alguém que resolva o problema de nossos filhos.

 A igreja, muitas vezes, tem se tornado esse lugar, onde o pastor ou o líder inicia um processo de mudança na vida dos filhos, mudança essa que tem de ter a participação efetiva dos pais, que não podem abrir mão dessa responsabilidade de mentoria que é só deles.

 Quando você perder algum valor em sua casa, não fique achando que isso é normal e que acontece com todas as famílias. Isso nunca vai ser normal. Não aceite, não cruze os braços,  – vá em busca do que foi perdido dentro do seu lar. Você vai passar por problemas, mas não deixe que esses problemas simplesmente aconteçam. Tudo que foi perdido pode e deve ser encontrado.

 Sempre é bom quando nós mesmos temos tempo de fazer uma boa faxina em nossa casa. A gente varre os cantinhos e encontra os brincos que tinham desaparecido. Quando você começa a fazer uma busca mais apurada, começa a achar coisas que nem esperava mais encontrar. As pessoas, às vezes, não querem mexer e ir atrás porque têm medo do que vão encontrar. Não podemos ter medo dessas coisas, porque o que vamos encontrar sempre será menor do que o que pode se tornar se não cuidarmos. Quando você encontra, ganha a possibilidade de resgatar.

 Esse princípio vale para seu casamento também. Procure atentamente o que foi perdido em seu relacionamento. Tudo no casamento vai mudando com o tempo, mas essa mudança tem de ser para melhor. Se o casamento não está melhor do que quando você se casou, precisa, junto com seu cônjuge, procurar a dracma que perderam. Se o cônjuge não tem ou não sente liberdade para se abrir com você, é sinal que alguma coisa foi perdida e você precisa achar e resgatar.

 Aquilo que você é em família é aquilo que você será lá fora. O sucesso que você alcançou e, principalmente, que a sua família de origem alcançou, é o que lhe espera na vida. Tenho visto vários exemplos de homens que alcançaram grande sucesso devido à estabilidade da sua família de origem, mas seus filhos não vão alcançar esse mesmo sucesso porque alguns valores foram perdidos.

Para quem devemos fidelidade?

fidelidadeFidelidade é uma característica de alguém que é digno de confiança. É definida como lealdade, credibilidade, tenacidade. Significa que você cumpre aquilo que se comprometeu, é ser fiel não apenas em palavras, mas também em ações.

Devemos fidelidade principalmente a Deus, mas também às pessoas que fazem parte do nosso círculo de relacionamentos: marido, líderes espirituais, amizades, patrão, etc.

Alguns obstáculos dificultam o desenvolvimento da fidelidade em nossas vidas: a preguiça ou procrastinação (adiar o que deve ser feito), a rebeldia (endurecimento da conduta) e a inconstância ou instabilidade (viver de altos e baixos). As pessoas infiéis se tornam inconstantes e irresponsáveis.

Como posso expressar minha fidelidade? Seja perseverante em tudo que fizer, cumpra com suas obrigações em qualquer circunstância, mantenha sua palavra em tudo, honre os compromissos assumidos, cumpra com seus deveres espirituais (Deus e Igreja), empenhe-se no que faz (dedicação).

Principalmente, não negligencie o chamado de Deus em sua vida. Se você entender quem é o Deus de fidelidade e entender quem você é n’Ele, então você terá a atitude de ser como Ele é. Confie na fidelidade de Deus sobre sua vida, pois o Pai a acompanha durante todas as suas “noites” e sempre estará lhe esperando “ao amanhecer” com a Sua benção. Não desanime nunca, pois o Senhor é Fiel!