A sua vida tem sido genuína em Cristo ou está pautada em escolhas erradas?

EscolhasA sua vida não está lá fora, mas está naquilo que você faz. Ela está em Jesus, porque Ele é a vida. Paulo diz que nós, que morremos para o mundo, precisamos ter uma mentalidade dos céus. Para você viver melhor, para que a sua vida melhore, você precisa começar a pensar e valorizar diferentemente da forma como as pessoas desse mundo pensam e valorizam.

Quando Jesus diz em João 10 que Ele é a porta e suas ovelhas ouvem a sua voz, ele estava preparando os seus discípulos para o versículo final: “Escutem a minha voz, porque Eu não vim para roubar vocês, não vim para trazer uma filosofia. Eu vim para lhes dar vida, e uma vida abundante”. Quando Jesus fala de “vida” nesse texto, no grego, é “Zoe” que significa “vida real, genuína, ativa, enérgica, dedicada a Deus, abençoada.” É isso que Deus tem para mim e para você.

Zoe é vida, uma vida abençoada, uma vida real, celebrante, uma vida na qual aquilo que eu penso, aquilo que eu sinto e aquilo que eu faço estão em harmonia. Se há desarmonia no que eu penso, sinto e falo, irei perder a vida, não irei vivê-la em plenitude. Jesus disse que veio para dar vida, mas não é qualquer vida e, sim, uma vida em “abundância”. A palavra grega para isso é “perissós” que significa “superior a um determinado número, medida, posição social ou necessidade; acima de tudo, mais que o necessário”. E diz mais, que é “superabundante e superior em qualidade”. Significa “infinitamente mais, com vantagem, muito além da medida”. É isso que Jesus veio nos dar.

Sabemos que a nossa vida biológica é um processo praticamente automático. Desde que você cuide das necessidades básicas como descanso, comida e água, somos programados por Deus, biologicamente, para viver. A vida é muito mais forte que a morte. Todos os dias o seu sistema imunológico, suas células, estão lutando para trazer equilíbrio e vida ao seu corpo. Como não conhecemos o processo, o banalizamos, mas isso não pode ser banalizado. Existe todo um processo que depende daquilo que você come, da água que toma, do seu descanso, dos seus exercícios. Deus me disse que, assim como nós escolhemos a maneira natural que vamos viver, podemos também escolher como vamos viver a nossa vida emocional e espiritual.

Fazemos escolhas em razão da nossa flexibilidade de consciência. Deus colocou em nós uma capacidade, uma flexibilidade, mas nós, muitas vezes, nos apegamos àquilo que é conhecido e, infelizmente, a vida de muitas pessoas muda. Será que precisa acontecer algo de ruim para chamar a nossa atenção? Só quando eu perco a saúde ou alguém que eu amo? Você não precisa esperar estes desastres para mudar, você pode mudar hoje.