IMG_5391

“A páscoa significa que o seu passado está perdoado, desde que você o coloque na cruz”, diz Bispa Lúcia Rodovalho

Sexta-feira Santa (13), e o Campus Arena, em Brasília, esteve lotado de fiéis sedentos pela confirmação do livramento da escravidão, feito por Jesus Cristo na cruz há mais de dois mil anos. E com uma explanação belíssima sobre o significado dessa grande festa cristã, Bispa Lúcia Rodovalho falou à multidão. “A Páscoa é o fim da escravidão e isso tem um símbolo muito importante para nós, pois significa que a nossa escravidão acabou. Mas o nosso faraó não é uma pessoa humana, mas sim Deus que nos tira dessa condição de escravos para nos levar a um novo lugar”.

As passagens Bíblicas de 1 Coríntios 5:7 e 1 Pedro 1:18 foram utilizadas pela preletora para fazer um breve estudo sobre o significado da Páscoa. ” A Páscoa fala de renovação, que é uma nova vida. É tempo de meditar sobre essa palavra, de pedir ao Espirito Santo para nos mostrar quais são os fermentos, quais as coisas velhas que nos acostumamos e que precisamos mudar”.

Com muito entendimento, Bispa Lúcia explicou ainda que muitas vezes as pessoas não percebem, mas acabam tendo atitudes e pensamentos errados, atitudes que contaminam e esses dias são fundamentais para que Deus tire o fermento do coração, assim saírem uma nova criatura. “Paulo nos diz que esses dias é para estarmos diante de Deus lhe pedindo para revelar o que há de fermento no nosso coração que contamina a massa. Temos pensamentos, atitudes, que podem estar infectando a nossa vida, as pessoas que estão perto de nós. Mas nesses dias, Deus vai tirar todo esse fermento do nosso coração para que possamos sair uma nova massa, novas pessoas, com um novo coração”.

Observou ainda que Paulo fala que Jesus é a nossa Páscoa, onde principal símbolo da Páscoa é o cordeiro, não um coelho, que tira o pecado do mundo. Esse cordeiro que é Jesus é um cordeiro que foi anunciado pela primeira vez em Gênesis 3,tipificado em Gênesis 12, personificado em Isaías 53, o cordeiro encarnado em João e cordeiro vitorioso em apocalipse 5:6. A ressurreição de Jesus não foi uma reversão de derrota, mas uma manifestação da vitória, uma manifestação de um propósito que vem desde a criação do mundo e que chega até nós. E que privilégio temos de viver esses dias”

Ao finalizar, bispa Lúcia disse que é tempo de celebrar a vitória conquistada por Jesus para nós. “A Páscoa na prática representa para nós três certezas: Jesus morreu na cruz e nos livrou de todos os pecados, significa que o meu passado pode ser perdoado por causa do sacrifício de Jesus. Nós não precisamos levar os pecados, porque Jesus já levou na cruz os nossos pecados. A Páscoa diz para você que não precisa carregar a culpa de decisões erradas no passado, leve as licõe e não o peso. Hoje é dia de deixar a bagagem nesse lugar. Jesus cancelou as nossas dívidas cravando na cruz. Jesus expôs na cruz todos os seus pecados, para que o inimigo não te acuse mais, porque já está pago. Você não tem mais dívidas!”.

Confira fotos: