Acredite! Mudanças são possíveis

Na vida muita gente sabe o que fazer, mas poucos são aqueles que realmente fazem o que sabem. Para que uma mudança tenha valor, precisa ser duradoura e consistente. Todos nós já experimentamos mudanças por um momento, só para nos sentirmos frustrados e desapontados no fim. Na verdade, muitas pessoas receiam tentar mudar porque acreditam inconscientemente que a mudança será apenas temporária. E sempre terá alguém melhor do que ela.

Um bom exemplo disso é o de quem precisa começar uma dieta, mas vive protelando, pois seu inconsciente sabe do sofrimento que passaria para criar a mudança e alcançar o resultado, que duraria por pouco tempo porque perderia o controle. Quando a situação sai fora do seu controle, isso gera frustração.

Os jovens nascidos na década de 80 são considerados como a “Geração Y”. Hoje, essa geração é a força criativa da nossa sociedade pois está no auge da sua força física e mental e, portanto, representa o futuro. No entanto, as redes sociais criam um mundo virtual que acaba influenciando principalmente a geração que denomino “M”, a “Geração Midiática”. Essa geração gasta mais tempo nas redes sociais, conectada na internet desenvolvendo relacionamentos virtuais.

Este comportamento tem consequências ruins:

a) Tudo o que as pessoas estão fazendo é público e visível a todos. Não existe privacidade;

b) A maioria das pessoas expõe uma versão maquia- da e melhorada de si mesma e de sua realidade;

c) As pessoas que expõe suas carreiras ou relacionamentos são aquelas que estão indo melhor, enquanto as que estão tendo dificuldades tendem a não expor sua situação. Isso os leva a achar, erroneamente, que todas as outras estão indo super bem em suas vidas, só aumentando seu tormento. Em um mundo virtual onde todos podem ser e mudar o que querem, fica muito difícil enfrentar o mundo real.

Tudo no mundo acontece por uma razão ou por várias razões. Nem o sucesso nem o fracasso acontecem por acidente. Ambos têm causas específicas. Quando repetimos as causas, ações ou palavras alcançamos sempre o mesmo efeito, o mesmo resultado. Independentemente de quem somos, essa é a lei suprema que rege o universo que Deus criou.