Não basta ser bom, é preciso ser excelente

Vivemos em um mundo altamente competitivo. Não basta ser bom é preciso ser excelente. E somente aqueles que prevalecem diante das adversidades alcançam a excelência. Portanto, se você quer alcançar a excelência você tem que prevalecer nos momentos difíceis, quando somos testados pelas adversidades.

Sucesso não é acidente! Se você viver da mesma maneira que a maioria das pessoas, alcançará o que a maioria delas alcança. Ora, ninguém faz plano para viver uma vida medíocre, mas infelizmente acabam vivendo está vida que tanto desprezou. Se você quiser viver uma vida plena em todos os sentidos, descubra o que as pessoas comuns, normais fazem — e não faça.

Segundo alguns especialistas, o sucesso é previsível, existe um caminho, uma trajetória. E o que eles têm descoberto é que as pessoas mais bem sucedidas da história não inventaram suas próprias leis da vida. Mas foram sensíveis e humildes para buscarem a fonte de inspiração para uma vida bem-sucedida.

O livro de Salmos tem uma promessa clara e simples para os que se lembram dos princípios universais de Deus: “Como são felizes os que andam em caminhos irrepreensíveis que vivem conforme a lei do Senhor.” (Salmos 119:1)

A boa notícia sobre os princípios universais é que eles tão sempre disponíveis, não importa os desvios que tomamos, eles continuarão lhe dando as boas-vindas de braços abertos, como o pai do filho pródigo. Normalmente a pessoa que alcança sucesso não nasce com uma estrela na testa. Não são os alunos com as notas mais altas ou os mais capazes. São pessoas comuns, normais. A diferença entre o sucesso é o fracasso são as nossas escolhas que fazemos todos os dias.

O autor e conferencista americano Tommy Newberry revela o que precisamos para fazer diferença:

– Escolha o Sucesso;

– Defina claramente onde quer chegar;

– Abrace completamente as responsabilidades;

– Livre-se para sempre das desculpas;

– Torne-se um realizador, e não somente um sonhador;

– Desenvolva uma mentalidade positiva diante da vida.