O Primeiro Chauchelet

Havia um conflito entre os pastores de Ló e de Abrão, porque eles estavam crescendo muito e a terra estava sendo pequena para eles. Então, Abrão chegou para Ló e disse que eles não poderiam continuar juntos e que Ló poderia escolher para onde ele queria ir, e Abrão iria para outro lado. A Bíblia mostra que Ló escolheu as campinas e que ele foi armando as tendas até Sodoma. Ló conhecia o Deus de Abrão, pois conviveu com seu tio muito tempo e foi abençoado por meio da vida do seu tio. A bênção de Ló não era dele, era consequência de ele estar perto do seu tio. Isso é importante frisar aqui, pois muitas pessoas, quando são abençoadas, acham que podem andar sozinhas. Eles se esquecem de que a bênção está no seu profeta. Por isso, nunca deixe 2 Crônicas 20:20 sair da sua memória: “Crede no Senhor vosso Deus, e estareis seguros; crede no seus profetas e prosperareis”.

Ló se esqueceu disso. Ele podia ter dito para seu tio que não iria escolher nada que não fosse debaixo de sua orientação. Ló seguiu o caminho que ele escolheu e se misturou com aquela população e, aos poucos, foi assimilando o jeito de Sodoma, apesar de ele se afligir com os costumes libertinos daquele povo.

Ló estava preso naquela cidade. A Talmude mostra que Ló se assentava à porta de Sodoma. Isso significa uma alta posição que ele ocupou. Alguns estudiosos dizem que Ló se tornou um juiz em Sodoma, mas ele se envolveu com a vida, não com os maus costumes, não com a libertinagem. Ele assimilou a cultura. Tanto que ele prometeu suas filhas aos homens locais.

Quando o anjo chega para dizer a Ló que saísse que Deus estava para destruir a cidade, o texto diz que Ló se demorava. No original essa palavra é hesitou. E, em cima da palavra hesitar, há um chauchelet. Foi um momento de crise existencial para Ló, pois toda a vida dele estava ali. Ele depositou toda a sua riqueza ali, ele investiu todos os seus bens em Sodoma, todo o seu futuro e de sua família estava ali. Ele depositou toda a sua riqueza ali, ele investiu todos os seus bens em Sodoma, todo o seu futuro e de sua família estava ali. E, por isso, ele tinha muito a perder.

Ele hesitou como muitas vezes nós hesitamos quando temos que abandonar coisas do mundo; quando sabemos que nós temos que deixar as coisas do mundo para nos comprometer com o chamado de Deus. Porque Deus, quando te chama, Ele não te chama pela metade, Ele te chama por inteiro. Ló hesitava, mas aqueles anjos pegaram Ló, sua esposa e filhas pela mão. O Senhor, sendo misericordioso, os tirou e os pôs fora da cidade.

Ló sabia que os visitantes estavam certos. Muitas vezes você sabe que o seu líder está certo, mas vem um conflito muito grande dentro de você: “Vou ter que deixar minha namorada; vou parar de ter relações sexuais antes do casamento; vou deixar meu emprego que me absorve dezesseis horas por dia; eu vou ter que fazer uma opção de ganhar menos para ter tempo para a obra de Deus?” Dúvida, dúvida, dúvida!

E como Ló, moldamos todo o nosso futuro em cima de uma identidade que não é verdadeira. Porque Ló não era filho de Sodoma, ele era sobrinho de Abrão, servo do Deus Altíssimo! Assim como você não pertence a esse mundo. Você fez uma decisão. E a sua prosperidade, a prosperidade de sua casa e de seus filhos dependem de sua decisão.