O sucesso é multiplicador e não divisor

A batalha que estava perdida para Saul foi vencida por um improvável que, contrariando todas as probabilidades, venceu o invencível. Foi assim que a expressão Davi e Golias se incorporou à nossa vida como uma analogia, do fraco que vence o forte.

O sucesso de Davi encoraja o exército reticente e amedrontado dos israelitas. Pois o sucesso é um multiplicador, não um divisor. O sucesso autêntico se espalha para beneficiar muitos outros. Quando o sucesso é alcançado com integridade, ele não fere os outros, mas desperta a coragem.

A vitória nem sempre é daquele que está mais preparado, ou que nasceu com todas as probabilidades a seu favor, mas daquele que acredita em um Deus do impossível, em um chamado, em um propósito e uma missão maior do que ele mesmo. A saga de Davi e Golias continua acontecendo, basta você aprofundar sua pesquisa sobre a vida de vencedores, em todas as áreas da atuação humana.