Quem nos separará do amor de Cristo?

O medo descontrolado pode destruir seu corpo, alma e espírito e roubar a alegria de viver. Você precisa detectar como ele se alojou na sua mente a ponto de não permitir que você não confie na proteção de Deus. Só uma experiência com o genuíno amor de Deus pode libertá-lo do medo. Você não precisa viver debaixo de tormento e condenação. Nada pode separá-lo do amor de Deus que é fiel e justo para perdoá-lo de todo tipo de pecado de ontem, hoje e até dos pecados que você ainda nem cometeu.

“Quem nos separará do amor de Cristo” é a quinta pergunta de Romanos 8:31-39. As outras quatro são:

  1. Quem será contra nós? (v.31)
  2. Como não nos dará também com ele todas as coisas? (v.32)
  3. Quem levantará acusação contra os escolhidos de Deus? (v.33)
  4. Quem nos condenará? (v.34)

As primeiras quatro perguntas são a respeito de sofrimentos, conflitos e desafios da vida, mas a quinta, “Quem nos separara do amor de Cristo?”, traz uma lista enorme: tribulação, angústia, perseguição, fome, privação, perigo, espada e execução. Todos nós passamos por tempos difíceis e complicados. Existem as angústias ocasionais e as crônicas que podem nos levar à depressão clínica ou à ansiedade crônica. Paulo viveu todas essas situações citadas no texto e nem por um momento duvidou de que existisse um amor infinito e profundo guardando sua vida. Ele sabia que não estava desamparado e que Deus nunca o abandonaria, mesmo que poderes demoníacos e forças da natureza se levantassem contra ele.

Muitas vezes, o mundo parece todo desconjuntado e pulverizado diante de nós. Há uma sensação de medo e vazio e tudo isso nos causa medo e mal-estar. Mas, quando Paulo fez essas perguntas, ele não sofria de nenhum conflito existencial ou mal-estar. John Stott, em seu comentário sobre Romanos, diz que Paulo não ouvia essas perguntas da boca de Satanás. Ele estava devolvendo essas perguntas para Satanás. Paulo sabia que se o próprio Deus, que organiza e controla a história, é por nós, nada poderia derrotar seu amor infinito e real pela humanidade.

Estar em Cristo é estar livre de todo espírito de escravidão que gera medo,  insegurança e falta de identidade. Em Cristo, você é herdeiro de Deus cordeiro de Cristo; mesmo que sofra com ele, ao fim, você será glorificado. A forma de se libertar do medo é crer na Palavra de Deus e orar confiando na sua vitória.

Alimente seu espírito e sua alma diariamente com a Palavra de Deus para que o medo não se instale nos seus pensamentos. Nas horas difíceis, tenha coragem para crer e perseverar. Ninguém se torna corajoso de um momento para o outro, mas prosseguindo de fé em fé, de glória em glória até que as tempestades e provações sejam superadas. Davi aprendeu primeiro a vencer o urso e o leão para, posteriormente, vencer o gigante Golias. A cada obstáculo vencido, você se torna mais forte para o próximo desafio. Coloque-se à disposição do Senhor para viver uma vida de confiança e fé nele, sem medo e sem covardia.

O salmista se dispôs a confiar, sempre, em Deus e a não se entregar ao medo. Como ele, devemos nos voltar para Deus nos momentos de escuridão, crendo que aquele que controla o Universo controla, também, nossa história.