Não olhe para a dor, mas para as mudanças que Deus quer fazer na sua vida

Jesus Cristo fez um sacrifício para mim e para você, mas muitas vezes nós continuamos a viver presos aos pecados, hábitos, relacionamentos que não promovem crescimento e nós sabemos que quando Deus traz a libertação ao povo de Israel, Ele tinha um propósito, assim como tem um propósito para nós.

Pela minha força ou pela sua força não conseguimos ter uma família no altar, mas quando decidimos ter, o Espírito Santo habita em nós e nos capacita.

Precisamos entender que os acontecimentos em nossas vidas não são por acaso e nós recebemos em Jesus uma legalidade de uma vida de  abundância. Entretanto, uma vida cristã não é uma vida de emoção, mas sim uma vida de escolhas. Eu escolho todos os dias dizer não à minha carne, escolho todos os dias não mentir, não roubar.

Uma pessoa que não nasceu numa família cristã, que teve falta, passou por provação, que veio das drogas, do mundo, Deus a encontra e a faz crescer no deserto, porque  sabe que é faz parte de uma geração que não fica presa a sua situação atual. Quem vive de passado não consegue enxergar as promessas de Deus. Eu não vou morrer no deserto, porque quero experimentar tudo que Deus tem para mim, porque maior é o que habita em mim.

Por isso, pare de olhar para o que a dor te proporcionou, mas o que Deus quer te proporcionar e isso é renovação, mudança de mente.